• Revista lounge*

Bem Estar

Como sair mais forte da pandemia?

Dr. Julio Peres, psicólogo clínico, doutor em Neurociências, especialista em superação de traumas e autor de pesquisas pioneiras nesta área, traz orientações importantes para este período de pandemia. Mais do que nunca, segundo ele, é fundamental fortalecermos nossa saúde mental e emocional, já que elas estão diretamente associadas à nossa saúde física.

“Poucas pessoas estão preparadas psicologicamente para o isolamento necessário em suas casas. A falta de familiaridade com a quarentena pode disparar ansiedade, temor e estresse em escala, impactando negativamente a saúde geral, em especial o sistema imunológico.

Aqui estão alguns cuidados para o bom aproveitamento do tempo de isolamento social. São procedimentos simples que ajudam a diminuir significativamente o contágio de comportamentos que geram ansiedade decorrentes de fixações mentais e que podem nos adoecer. Como enfrentar as próximas semanas de maneira saudável?

1) Converse on-line duas vezes por dia com dois grupos diferentes de no mínimo três pessoas para configurar um grupo e ampliar as possibilidades do sorrir, além de poder dialogar seriamente. Crie uma agenda de encontros virtuais com a família e amigos de diversos grupos, como de escola, clube, infância, faculdade, vizinhos etc. Os sentimentos de conexão as pessoas, de pertencer a grupos e a comunidades são protetores a depressão e transtornos ansiosos;

2) Pratique composições e expressões artísticas (ex: música, textos, poesia, desenhos, pintura, fotografia etc.) e eventualmente publique nas mídias sociais para gerar interações e novas expressões pessoais e/ou em grupos neste campo. As expressões artísticas geralmente promovem afetos positivos, bem-estar e satisfação, além de contagiar positivamente as pessoas que apreciam arte;

3) Faça exercícios com o peso do próprio corpo e transpire (você pode assistir aulas no Youtube com professores “guias” que orientem e façam o exercício preferencialmente em grupo, como por exemplo aulas de aeróbica da década de 80, e tantas outras possibilidades atuais). Atividades físicas, especialmente quando você transpira, aumentam as expressões de serotonina e dopamina, conhecidos como neurotransmissores do bem-estar. Aulas online ou em vídeos com professores e grupo de alunos favorecem a sensação agradável de “pertencer ao time” e de “trabalho em equipe”;

4) Assista filmes do gênero “comédia” ao invés de “drama”, “ação” ou temas estressores que aumentam a produção do hormônio do estresse cortisol. Sorrir e gargalhar favorecem maior atividade cerebral nas áreas relacionadas a satisfação, ao prazer e a saúde. Também melhorarmos a expressão da endorfina, que amplia as sensações agradáveis de relaxamento, o bom humor e diminui o estresse;

5) Cultive práticas Meditativas/Contemplativas por meio dos 5 canais sensoriais isoladamente (olfato, audição, tato, gustação e visão) favorecendo um ritmo interno mais tranquilo e a “quebra” de fixações mentais e pensamentos automáticos ansiogênicos (que disparam medo). O mundo subjetivo (interior) é vasto e imensamente maior que o mundo objetivo onde você se encontra fisicamente. Mergulhe profundamente nas sensações suaves/agradáveis por tempo indeterminado:

(a) inspire o perfume de um óleo essencial de lavanda, alecrim ou da sua preferência como se você fosse a leve fragrância que você absorve calmamente;

(b) ouça um som tranquilo da natureza como ondas, ou ventos, ou correntes d’água e imagine-se como se você fosse o próprio mar, ou o vento, ou a corrente d’água expandindo seu estado de consciência;

(c) perceba a temperatura agradável da água ao escorrer pelo seu corpo durante o banho e amplie a sensação de conforto;

(d) desfrute os sabores de suas refeições como um momento especial de nutrição prazerosa e contentamento;

(e) contemple um céu bonito, ou uma fotografia repousante, ou concentre-se na chama de uma vela (alguns aplicativos reproduzem perfeitamente a chama) de maneira que o ritmo interno tranquilize gradativamente conforme você observa as nuances, texturas, colorações e beleza do que você vê;

6) Mantenha-se útil, cultive virtudes, trabalhe, gere soluções, crie aliança com o momento em benefício das pessoas que você “serve profissionalmente”. No momento de aparente “paralisia” pense “fora da caixa” e crie possibilidades de produzir e ajudar se possível em conjunto. Reuniões online com seus pares, amigos são bem-vindas para encontrar caminhos úteis que façam sentido. Em seguida planeje e execute! Lembre-se que o cruzamento entre os seus talentos, vocações e as necessidades do mundo pode gerar prosperidade ao entorno e a você nos vários domínios da vida;

7) Cultive a Espiritualidade respeitando e seu sistema de crenças. O estado de consciência leve alcançado através das orações para o bem-estar de TODOS pode ser cultivado isoladamente e também em grupo. Os benefícios da espiritualidade/religiosidade à saúde têm sido mostrados há mais de quinze anos por milhares de publicações científicas em respeitados periódicos indexados e teses acadêmicas. A oração é uma prática comum a maioria das pessoas. Organize e participe de correntes de orações direcionadas a grupos específicos de pessoas (enfermos, familiares, equipe profissional nos hospitais, idosos, etc.). O bem-estar é mútuo, para quem emite boas energias luminosas que protegem/auxiliam/fortalecem e para quem as recebe!




Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Bem Estar

Recentes

Travel

Quer viajar, esta sozinho…!!!

By 29 de setembro de 2020

News

Patas Para Você

By 29 de setembro de 2020

Entertainment

Domingo no Elettra Gastro Bar

By 28 de setembro de 2020

Esportes

Portugal Masters Golf 2020

By 25 de setembro de 2020

#TBTlounge*

La Locomotive 2011

By 24 de setembro de 2020
To Top