• Revista lounge*

Revista lounge*

Sal do Himalaia, refinado, bio salgante… Qual o melhor?

Saúde

Sal do Himalaia, refinado, bio salgante… Qual o melhor?

A maioria das pessoas sabem que existem muitos tipos de sal, de diversas cores e vários preços. Mas qual o melhor para a saúde? Segundo o nutrólogo Alexander Gomes de Azevedo, o que todo mundo deve saber é que um tem mais sódio e outro menos, e minerais.

“O sal refinado ou sal de cozinha é o mais utilizado na culinária, esse tipo de sal é processado para retirar as impurezas e deixar fino e bem branco. Esse tipo de refinamento reduz os minerais, além de apresentar uma grande quantidade de sódio, em 1g de sal há 400mg de sódio. Já o sal do Himalaia, que recebeu esse nome por ser da região homônima, além de ser considerado um sal puro, possui mais de 80 minerais como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro e, devido a isso. os cristais tem um tom rosado. Ele possui menos sódio: em 1 g de sal rosa há 230mg de sódio. Um adulto deve consumir por dia 2,4g de sódio, o equivalente a 6 g de sal refinado”, explica Alexander..

De acordo com o médico, pessoas hipertensas devem consumir o mínimo de sal possível, mas o indicado são os que apresentam menos sódio, fator que eleva a pressão. “O bio salgante é um tipo de sal muito utilizado por hipertensos devido apresentar baixo teor de sódio”, afirma.

O sal marinho também é formado por cloreto de sódio e obtido a partir da evaporação da água do mar. No entanto, ele não passa pelo processo de refinamento, o que faz com que mantenha os minerais e nutrientes e dispense a adição de outros ingredientes químicos. Ainda de acordo com Azevedo, o sal do Himalaia é o mais completo e com mais nutrientes.

“Além de atuar no equilíbrio hidroeletrolítico e estabilizar o pH corporal, ele leva água e nutrientes para dentro e para fora das células, contribui para regular a pressão arterial e ajuda o cérebro a se comunicar com os músculos e a comandar os movimentos. A recomendação é diária de um adulto é de até 6g para qualquer tipo de sal”.




Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde

To Top