• Revista lounge*

Esportes

Rugby: a herança grega e romana

Jogos em que artefatos esféricos eram usados com as mãos e os pés datam do início do primeiro milênio. Os gregos jogavam o episkyros. Os romanos adaptaram o esporte para o harpastum. E o rugby nasceu dessas formas ancestrais. O esporte, reza a lenda, começou a se desenhar em 1823, graças a um rapaz chamado William Webb Ellis.

Durante um jogo de football, esporte que cada escola ou universidade tinha a sua forma de praticar, ele teria agarrado a bola com as mãos e corrido com ela, dando origem à nova modalidade. É o que os historiadores chamam de “mito fundador”, e o que a Federação Internacional credita sobre a origem do esporte.

O episódio aconteceu na Rugby School, em Rugby, Warwickshire, na Inglaterra, o que explica de onde vem o nome do esporte. A escola existe até hoje, é uma das entidades de ensino privadas mais antigas da Grã-Bretanha. As primeiras regras, de acordo com a BBC, foram escritas por três outros alunos da Rugby School em 1845. Em homenagem a Webb Ellis, o troféu dado ao campeão da Copa do Mundo leva o seu nome. Feito de prata e banhado a ouro, mede 38 cm e pesa 4,5 kg.

 

Variações

Rugby Union – o mais difundido, em português, Rugby de quinze (XV), como o nome diz, com 15 jogadores de cada lado.

Rugby Sevens – com 7 jogadores. Voltou aos Jogos Olímpicos no Rio-2016.

 

Passes

Com as mãos – Só podem ser feitos para os lados ou para trás, nunca para frente.

Chute – Quem carrega a bola pode optar por chutá-la para frente. Apenas o chutador e os jogadores que estiverem na linha da bola ou atrás dela podem correr para agarrá-la.

 

Pontos

Try – é o lance de maior pontuação e ocorre quando o jogador encosta a bola no chão dentro do in-goal, atrás das traves. Vale 5 pontos.

 

Conversão – após marcar um try, a equipe tem direito a um chute para a bola passar entre as traves. Vale 2 pontos.

 

Droap goal – é convertido quando um jogador acerta a bola entre as traves em um chute com a partida em andamento, a bola precisa quicar no chão antes do disparo. Vale 3 pontos.

 

Chute de penalidade –  É convertido depois de uma falta grave. A bola é colocada no ponto onde aconteceu a infração e o jogador deve chutá-la entre as traves. Vale 3 pontos.

 

Quer saber mais, adquira sua revista lounge* nas melhores bancas e livrarias da cidade

 

@revistaloungebr
Baixe nosso APP – Revista lounge* nas plataformas Google Play e Apple Store
#saopauloamelhorcidadedomundo




Continue Lendo
Você pode gostar...
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais em Esportes

Recentes

Travel

VIP Picoas Lisboa

By 29 de Maio de 2020

#TBTlounge*

Paradise Weekend, 2012

By 28 de Maio de 2020

Você Chef

Delicia portuguesa

By 27 de Maio de 2020

Gourmet

Gabi na cozinha

By 26 de Maio de 2020
To Top