• Revista lounge*

Revista lounge*

O artista plástico Anderson Lemes

Anderson Lemes, 34 anos, assisense conhecido como Alemão, tem suas habilidades artísticas em Street Art representadas em mais de 85 cidades no Brasil e Europa. ”Suas pinturas que compõem as bicicletas da série atual tem uma variada carteira de cores, símbolos distintivos e personagens imaginários que impulsionam os passeios de bicicleta pelas cidades sejam em um dia de sol ou chuva a distribuir sentimentos lúdicos de criança, alegria, perseverança, humildade, amizade, amor e transmitir isso em detalhes ao espectador em um contexto social, criativo e contemporâneo” ­ afirma Antonio D’Avossa ­ Professor of Contemporary Art History at the Accademia Internazionale di Belle Arti di Brera in Milan. Com exposições na Suíça, França, Alemanha, Canadá, Portugal, Irlanda, Argentina, Chile, México, Japão, Estados Unidos entre outros.

Sua obra está presente em 25 países, sendo sucesso de crítica e aclamação por onde passa. Alemão foi convidado em 2014 a expor no museu mais famoso e respeitado do mundo, o Museu do Louvre em Paris com as obras: ‘’Love Rio’’, ‘’Bossa Nova’’ e ‘’O Palhaço que Vendia Doces’’. Um novo convite foi feito para expor novamente em 2016. A partir de julho Alemão Art estará em turnê de 3 meses, realizando exposições em Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra e por outros países da Europa. Biografia Anderson Ferreira Lemes é uma daquelas pessoas que a natureza predestinou para ser um grande artista. Anderson Ferreira Lemes é formado em Educação Artística e Habilidades em Artes Plásticas pela FIO (Faculdades Integradas de Ourinhos), é professor. Desenvolve o graffiti e street art desde 2004.

Seu início escolar foi inexpressivo devido a uma dislexia descoberta mais tarde. Sua falta de atenção que o fazia passar o maior tempo das aulas desenhando nas carteiras e fazendo “artes” nem um pouco apreciadas, quase resultou em sua expulsão aos 16 anos de idade. Graças a um dos professores, que sugeriu autorizá­-lo a pintar os muros do colégio, como alternativa para estimular seu interesse pelos estudos, Alemão desperto para sua grande missão, as artes plásticas e o grafite.

Como todo grande artista, seu início foi cheio de problemas. Sua cidade natal Assis, demorou em reconhecer que aquele jovem não era um vândalo pichador de paredes, principalmente pelas autoridades policiais, que o encaminharam por diversas vezes à delegacia, apreendendo os sprays, câmeras fotográficas e outros materiais usados para o trabalho, até mesmo quando autorizado pelo proprietário do espaço. Através de seu talento, a arte em grafite se tornou conhecida e admirada pela população da cidade. Com isso, veio o reconhecimento que pode ser observado por toda mídia regional.

WhatsApp-Image-20160629 (1)

Hoje, suas habilidades artísticas com o grafite estouraram em mais de 85 cidades no Brasil e estão impressionando os europeus que tão bem o recebe em seus países. Os quadros da série “Bicicletas” ganharam notoriedade na internet, suscitando o interesse da galeria Valentina no Rio de Janeiro, que o convidou para expor suas obras. Em apenas dois meses, a galeria negociou todas as 25 telas enviadas para a exposição. Com a divulgação espontânea das obras, vieram os convites para participar de exposições internacionais. As grandes propostas foram surgindo, várias para divulgar sua arte para outros países, com exposições na Suíça, França, Alemanha, Portugal, Irlanda, Argentina, Chile, México, Japão, Estados Unidos entre outros totalizando 25 países.

 

qual lugar, data

Hoje, Alemão brilha na Europa, com direito a grandes espaços na mídia, incluindo um dos jornais mais respeitados e famosos da Europa, La Stampa, com sede na Itália, que faz apresentações sobre seu trabalho com uma bela descrição do artista. Suas conquistas não param mais. Participou da exposição com ação solidária no Museu mais famoso e respeitado do mundo, Louvre em Paris com sua arte que estará disponível para venda em benefício do Hospital do Câncer Aristides Maltez Salvador (BA) Brasil. Tendo o grafite como a arte mais democrática de todas, Alemão afirmou que tem por objetivo fazer arte em diversos países. Em suas viagens pela Europa mais de 30 grafites já foram realizados, inclusive em um carro, em Domodossola – Itália.




Continue Lendo
Você pode gostar...
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Revista lounge*

Recentes

To Top