• Revista lounge*

Bem Estar

Ayurveda e veganismo: promoção da saúde

A milenar tradição do ayurveda e o veganismo são filosofias semelhantes de um ponto de vista moral e ético, incentivando a preservação do meio ambiente e o respeito à vida.

A teoria sobre a importância do alimento e o seu uso como medicamento é um dos principais pilares do ayurveda.

O conceito que associa a saúde pessoal à qualidade da alimentação está diretamente relacionado aos dois estilos de vida. A ciência do ayurveda considera que a principal causa das doenças tem origem no sistema digestivo, sendo essencialmente relacionada à alimentação desequilibrada, composta por exageros alimentares, excesso de produtos industrializados, ingredientes de baixo valor nutricional e alto valor calórico.

O ayurveda também considera que a raiz das doenças está nos condicionamentos mentais: o modo de viver, sentir e pensar a realidade na qual a pessoas se move. Purificar as motivações é fundamental para saúde, felicidade e paz. “Podemos fazer a mesma leitura em relação às nossas escolhas alimentares: rever velhos hábitos e despertar nossa consciência para as necessidades de nossa constituição e individualidade biológica”, acrescenta Carol.

Conhecer o biótipo constitucional ou dosha facilita o processo de construção de uma rota alimentar saudável. A alimentação é essencial para a construção dos tecidos corporais e sustentação da nossa energia vital. Para o Ayurveda, no entanto, o que se come, onde se come, como se come e quando se come é de fundamental importância. Ao conhecido lema, “você é o que você come”, acrescenta-se também “e o que você absorve”. O melhor alimento pode gerar toxinas quando não pode ser bem digerido. A digestão é tão ou mais importante que a nutrição. O fogo digestivo ou as enzimas digestivas são fundamentais para nossa saúde.

Nesta visão não adianta fazer uma dieta equilibrada se a função digestiva não funcionar adequadamente. Para favorecer o organismo, ervas e especiarias são utilizadas para melhorar a absorção e assimilação dos nutrientes bem como para melhorar as funções digestivas.

Embora essa ciência não sugira uma dieta específica seja ela vegana, vegetariana ou lacto-vegetariana, ela é compatível ao veganismo para uma abordagem saudável ao estilo de vida e nutrição. É possível viver de acordo com os princípios ayurvédicos sem laticínios e sem carnes, respeitando a individualidade biológica afirma Carol.

A coisa mais importante que a ciência ayurvédica pode nos ensinar hoje é sobre ouvir nossos corpos e saber atender às nossas necessidades individuais.




Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais em Bem Estar

Recentes

Gastronomia

Páscoa portuguesa

By 9 de abril de 2020

Social

Europe Summer Algarve 2020

By 8 de abril de 2020

Moda

Fashion lounge*

By 7 de abril de 2020

Entertainment

Laroc lança Live com DJs para driblar o isolamento

By 27 de março de 2020
To Top