• Revista lounge*

Revista lounge*

Alter do Chão: um paraíso imerso na Amazônia

Travel

Alter do Chão: um paraíso imerso na Amazônia

Alter do Chão, em Santarém, no Pará, ganhou fama mundial depois de ter sido eleito pelo jornal The Guardian como um dos mais belos destinos de praia no Brasil, à frente de lugares como Fernando de Noronha e Alagoas. Até pode parecer estranho, mas a verdade é que Alter do Chão, conhecido como Caribe Amazônico, tem mesmo praias dignas dos mais esplendorosos cenários do país e, vale ressaltar, tudo cercado pelo intenso verde amazônico e regado a muita água doce dos rios Tapajós e Arapiuns.

O lugar é ideal para aproveitar o “verão amazônico”, inúmeras ilhas e extensas faixas de areia branca são banhadas por águas cristalinas esverdeadas, cenário que se forma no período da vazante do rio (entre agosto e fevereiro). Mas não é má ideia visitar Alter durante a cheia, dá para aproveitar os passeios de barco e as incursões pela floresta Amazônica.

Formadas na vazante do Rio Tapajós, as praias fazem a alegria dos turistas. Central e mais famosa, a Ilha do Amor tem acesso por canoa ou, na maré baixa, em uma caminhada – são 10 km de areia branquinha e muita agitação em seu início, com cadeiras de praia e bares. No município de Belterra, com acesso de barco ou por estrada de terra, Pindobal também tem muitos bares e características parecidas com a Ilha do Amor.

Ponta do Cururu é literalmente uma ponta de areia onde os botos bailam sobre as águas – o acesso é por barco ou caminhada a partir da Ilha do Amor. A Ponta do Cururu é muito procurada na hora do pôr do sol. Também formado apenas nos períodos de seca, o Lago Verde fica bem próximo à Ilha do Amor, separado do Rio Tapajós apenas por um grande banco de areia. Lá, mergulha-se nos igarapés e caminha-se ao lado de macacos e cutias.

Uma imersão pela Floresta Amazônica: é o que oferece o passeio para a Floresta Nacional do Tapajós, ou Flona. Barcos saem de Alter do Chão e descem o Rio Tapajós com paradas em praias e comunidades ribeirinhas em roteiros de 1 a 5 dias de viagem.

Da culinária local, os pratos à base de peixe são os mais procurados e não podem faltar no cardápio dos restaurantes. Entre as espécies mais preferidas estão o tucunaré e tambaqui. Os doces a base de frutas regionais também são destaques. Outros pratos, como o tacacá, vatapá, pato no tucupi, maniçoba e bolos tradicionais despertam o paladar dos visitantes de do mundo todo.




Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Travel

To Top