• Revista lounge*

Consumo

Cachaça: bebida genuinamente brasileira

Cachaça, pinga, cana ou caninha. Dependendo da região do país a  aguardente de cana-de-açúcar produzida no Brasil recebe nomes diferentes. Mas o fato é que ele é uma bebida genuinamente brasileira e que faz sucesso em diversos países.

Sua história remonta ao tempo da escravidão quando os escravos trabalhavam na produção do açúcar da cana de açúcar. O método já era conhecido e consistia em moer a cana, ferver o caldo obtido e, em seguida deixá-lo esfriar em fôrmas, obtendo a rapadura, com a qual adoçavam as bebidas.

Ocorre que, por vezes, o caldo desandava e fermentava, dando origem a um produto que se denominava cagaça e era jogado fora, pois não prestava para adoçar. Alguns escravos tomavam esta beberagem e, com isso, trabalhavam mais entusiasmados.mOs senhores de engenho por vezes estimulavam aos seus escravos, mas a corte portuguesa, vendo nisto uma forma de rebelião, proibia que a referida bebida fosse dada aos negros, temendo um levante.

Com o tempo esta bebida foi aperfeiçoada, passando a ser filtrada e depois destilada, sendo muito apreciada em épocas de frio. O processo de fermentação com fubá de milho remonta aos primórdios do nascimento da cachaça e permanece até hoje com a maior parte dos produtores artesanais.

A produção brasileira de cachaça já ultrapassa os 1,3 bilhões de litros e apenas 0,40% são exportados. Estima-se que a industrialização da Cachaça emprega atualmente no Brasil mais de 450 mil pessoas.

Ela é muito famosa por ser a base de uma dos drinks mais tradicionais que conhecemos, a caipirinha.  Contudo, as possibilidades de preparos e combinações são inúmeras. Confira essa receita exclusiva da Reserva 51:

Xeque Mate

Ingedientes:

50 ml Cachaça Reserva 51 Singular

30 ml Chá mate

5 ml Xarope Monin Spicy

Limão taiti

Gelo

Modo de Preparo

Acrescente gelo até a borda do copo;

Adicione todos os ingredientes;

Misture levemente e finaliza com um twist de limão.




Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Consumo

To Top