• Revista lounge*

Revista lounge*

Mitos e verdades sobre depilação a laser

Mitos e verdades sobre depilação a laser

Beleza

Mitos e verdades sobre depilação a laser

A goLaser, clínica que trabalha com laser para todos os tipos de pele, esclarece as maiores dúvidas sobre o procedimento

Sem pelos para sempre. Esse sonho passou a se tornar realidade após o surgimento da depilação a laser, em 1997, desenvolvida nos EUA pela Palomar Medical Technologies, Inc. De lá para cá, o processo evoluiu, até chegar ao laser de diodo por fibra ótica de alta performance e última geração, tecnologia capaz de agir com a mesma eficácia em todos os tipos de pele. A boa notícia é que toda essa evolução já está disponível no Brasil e tem se tornado cada vez mais acessível ao público. A goLaser, clínica paulistana no bairro do Itaim Bibi, utiliza o mais novo laser de diodo do mercado, que pode ser usado com segurançatambém em peles morenas e negras – algo que até pouco tempo não era possível com a maioria das tecnologias existentes.

Com toda essa expertise, a goLaser enumerou alguns mitos e verdades sobre a depilação a laser para esclarecer aquelas dúvidas que a maioria das pessoas ainda tem. Confira:

Depilação a laser não pode ser feita no rosto

MITO: as únicas regiões do corpo para as quais o laser não é recomendado são as pálpebras, área ao redor dos olhos, mucosas e bolsa escrotal.

É preciso raspar a área com lâmina para fazer o laser

VERDADE: exatamente isso. Para o procedimento da depilação a laser funcionar, a área escolhida deve ser raspada com lâmina antes da aplicação do laser etambém durante todo o tempo das 10 sessões necessárias para finalização definitiva do processo. Mas os pelos não nascem mais grossos, pois as raízes já estão sendo eliminadas com o laser.

Já se nota diferença desde a primeira sessão

VERDADE: apesar de serem necessárias dez sessões para a finalização completa do laser, desde a primeira a diferença já é bem marcante. Cerca de 30% já são eliminados na primeira.

Fotodepilação e depilação a laser são a mesma coisa

MITO: muitas pessoas confundem fotodepilação com depilação a laser. São procedimentos com resultados bem diferentes. A fotodepilação emite uma luz pulsada intensa que, por não conseguir diferenciar a pele do pelo, acaba dispersando energia e, consequentemente, apenas enfraquece o pelo mas não elimina por completo sua raiz. Ou seja, não evita de forma definitiva o crescimento dos pelos. Já a depilação a laser atua diretamente na destruição da raiz do pelo, fazendo progressivamente com que estes não voltem a crescer.

Depilação a laser dói muito

 MITO: Há sim um desconforto durante as sessões. Ele dura alguns segundos a cada contato do laser. Mas essa dor não é nada comparável à depilação com cera, por exemplo.

 Não pode tomar sol

 VERDADE: 30 dias antes do procedimento não pode ser exposto ao sol, nem 30 dias depois. São meses em que se evita o excesso do sol, mas para obter a comodidade de ir à praia, piscina, viajar, vestir a roupa que quiser, sem se preocupar com os pelos, para o resto da vida.

Depilação a laser mancha a pele

MITO: A depilação com cera, excesso do uso da lâmina e pelos encravados, são os maiores responsáveis por manchas na pele por causa de depilação. O laser não.

Mitos e verdades sobre depilação a laser




Continue Lendo
Você pode gostar...
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais em Beleza

To Top