• Revista lounge*

Revista lounge*

Especial + 15: Turismo

Especial + 15: Turismo

Revista lounge*

Especial + 15: Turismo

 “A tendência é proporcionar cada vez mais experiências inusitadas e diferentes das quais as pessoas estão acostumadas”

Viajar e conhecer lugares novos ou revisitar algum destino que nos encheu os olhos é sempre uma emoção única. Já foi comprovado que sair da nossa zona de conforto traz muito mais felicidade do que comprar coisas materiais, além de nos enriquecer em outros aspectos.

Durante muito tempo viajar para outro país era privilégio de pessoas com melhores condições financeiras, mas nos últimos anos isso vem mudando. As populações de nações consideradas em desenvolvimento estão gastando mais com viagens e produtos internacionais e a tendência é isso se tornar ainda mais comum.

Antes do avião, os navios eram os meios de locomoção para grandes distâncias. Depois de uma das invenções mais revolucionárias da história do turismo, qual será o próximo passo? De que maneira as empresas e agências vão levar esse mercado adiante?

O grupo Dom Pedro Hotels é uma das principais redes hoteleiras de Portugal com empreendimentos afiliados no Brasil, como o Dom Pedro Laguna, localizado em Fortaleza-CE. Marcados pela elegância e atendimento de primeira, os serviços das hospedagens estão entre os mais requisitados do país.

Pedro Ribeiro, diretor de marketing do Dom Pedro Lisboa, carrega uma casta experiência no mercado de turismo e hotelaria. Para saber quais as tendências do segmento para os próximos anos, ele deu uma entrevista para a lounge* que você confere a seguir.

Turismo sem limites

“A expectativa de vida permitirá que as pessoas aproveitem mais e tenham maior tempo de lazer após a aposentadoria com mais saúde e maior poder econômico”

O mercado turístico é um dos que mais apresentou crescimento nas últimas décadas. O desejo das pessoas de expandirem seus horizontes, conhecer novos lugares e culturas se tornou um sinônimo de bem-estar e lifestyle. Segundo Pedro, isso se dá por 2 fatores: maior condição das populações de países emergentes como as nações asiáticas e sul americanas e o aumento da expectativa de vida no planeta.

“Existirá igualmente uma tendência para o turismo ir se desenvolvendo em áreas em que hoje não é tão comum existir em grande dimensão. Como vemos hoje a acontecer no Nordeste Brasileiro, cada vez com mais produtos de qualidade”, diz o diretor de marketing do Dom Pedro.

“Outra área que continuará a crescer bastante serão os cruzeiros”

Mercado hoteleiro

“Existirão hotéis de conceito e com experiências diferentes”

Quando o assunto é hotelaria logo pensamos no serviço de qualidade, porém o design e a criatividade estão cada vez mais em alta para chamar a atenção de novos hóspedes. Ao sairmos das nossas casas estamos em busca de mudar de ares e vivenciar novas experiências que sejam completamente diferentes do que estamos acostumados e oferecer tais sensações é certeiro quando o assunto é inovar.

Com o aumento do número de turistas a quantidade de empreendimentos também tem crescido exponencialmente. “O número de hotéis irá continuar a crescer para conseguir acompanhar o crescimento da procura”, comenta.

“O mercado hoteleiro vai continuar a seguir uma tendência de concentração pelas grandes marcas mundiais em que terão cada vez uma maior penetração em todos os mercados”

Casas particulares

  “Os hotéis claro que terão que ultrapassar as dificuldades das casas particulares que cada vez mais irão assumir como alternativa na maior parte dos destinos” 

 Com o boom do Airbnb, site que oferece serviços de aluguéis de casas e apartamentos ao redor do mundo, o mercado hoteleiro sentiu o baque. Vivenciar a cidade como um morador local é uma experiência única e bem diferente do sentimento de estarmos longe de casa quando nos hospedamos em um hotel.

Empresas com propostas parecidas estarão cada vez mais em alta. Além de proporcionar novas perspectivas do local as novas opções são mais baratas e oferecem maior privacidade e sentimento de independência durante a viagem.

Felizmente, há quem não troque as mordomias e infraestrutura oferecidas pelos empreendimentos muitas vezes luxuosos.

Agências de viagem

 “As agências já ultrapassaram grandes dificuldades e neste momento estão numa fase estável em que elas próprias aderiram a novas tecnologias”

Muito populares nas últimas décadas, as agências de turismo sempre foram uma maneira fácil de viajar sem precisar de muita pesquisa por parte dos turistas. Passagens, hotéis, cruzeiros e passeios, essas empresas que cuidam de tudo começaram a transmitir uma ideia de dependência e acabaram decaindo.

Com a internet as empresas como linhas aéreas e operadoras de viagens passaram a vender seus produtos diretamente aos passageiros deixando de depender dos agenciamentos e comissões de agentes. Embora tenham passado por momentos conturbados, as agências ainda são e continuarão sendo as melhores opções para um nicho específico de turistas.

“Segmentos como o luxo, o sob medida, grupos corporativos e grupos de lazer continuarão a procurar esses serviços especializados. Agências que só marcam voos e serviços básicos, essas sim irão desaparecer”, diz Pedro.

Foto Pedro Ribeiro: Sofia Sobral

Fotos Dom Pedro: Divulgação Dom Pedro Hotels

Redes: @pedroribeiro78

Este slideshow necessita de JavaScript.

 




Continue Lendo
Você pode gostar...
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Revista lounge*

To Top