• Revista lounge*

Revista lounge*

Especial + 15: Motors

Especial + 15: Motors

Revista lounge*

Especial + 15: Motors

Mesmo com o mercado dando passos largos no quesito modernização, os carros ainda vão demorar a voar

O setor automotivo passou por muitas mudanças no último século. Novas tecnologias surgiram trazendo maior conforto, praticidade e velocidade aos modelos que surpreendem os consumidores com seus designs imponentes e motores potentes.

As grandes montadoras que antes focavam seus esforços apenas em construir automóveis mais chamativos e velozes hoje já se preocupam no impacto que seus produtos vêm causando ao meio ambiente nas últimas décadas.

Nos próximos 15 anos o grande desafio será produzir carros que sejam menos nocivos ao planeta sem deixar de atender as necessidades e exigências do consumidor.

O fim da gasolina

 Tudo indica que no futuro não haverá espaço para veículos movidos a gasolina, álcool e diesel.

Este ano a Volvo fez um anúncio ousado: até 2020 todos os modelos produzidos serão elétricos ou híbridos, ou seja, a intenção é extinguir completamente a fabricação de motores a combustão.

O governo francês também decidiu que até 2040 toda a frota de carros do país será movida a eletricidade. Enquanto decisões importantes como essas são tomadas, novos modelos são testados e lançados para atender as expectativas do futuro.

Segundo um relatório divulgado este ano pela Bloomberg New Energy  Finance, uma das mais conceituadas consultorias do mercado de energia, com base em dados econômicos, tecnológicos e de comportamento dos consumidores a adoção dos EVs (Electric Vehicles em inglês) irá impactar os mercados automotivos e de energia até 2040.

Os 5 principais fatores que serão catalisadores desses veículos são:

– Maior apoio regulatório por parte dos EUA, China e Europa

-Queda nos preços das baterias de lítio

-Crescimento nos investimentos de EVs por parte dos fabricantes

-Maior aceitação dos consumidores

-Crescimento de práticas como compartilhamento de carros e direção autônoma

O futuro já está entre nós

 Silenciosamente estamos mudando a forma de nos relacionarmos com a mobilidade urbana.

O mercado de carros híbridos e elétricos dobrou no Brasil no primeiro semestre de 2017. São 4.784 veículos circulando pelas ruas do país, número pequeno segundo especialistas.

Os automóveis movidos a bateria possuem percentual de poluição igual a zero e podem ser carregados numa tomada dentro de casa. Essa tomada é diferenciada e chega a custar até R$3 mil.

6 híbridos e elétricos disponíveis no Brasil

 Infelizmente o país ainda não dá grandes incentivos ao uso dos EVs.

Depois de muita espera, os carros híbridos e elétricos chegaram até aqui. Os modelos possuem isenção de imposto de importação desde que tenham autonomia mínima de 80km.  Conheça quais os veículos que podem ser adquiridos pelos brasileiros:

Toyota Prius (https://www.edmunds.com/toyota/prius/2017/)

É o carro green mais em conta no Brasil pelo valor de R$123.950 e também o mais econômico com um consumo declarado pelo Inmetro de 18,9km/l na cidade e 17km/l na estrada.

Lexus CT200h

Mais forte que o Prius, segundo a marca ele acelera de 0 a 100km/h em 10,3 segundos e é um dos mais caros pelo custando de R$129.990 a R$149.900.

Ford Fusion Hybrid (http://www.motortrend.com/cars/ford/fusion-energi/2017/2017-ford-fusion-hybrid-energi-review/#2017-ford-fusion-platinum-rear-three-quarter-in-motion)

Top de linha do modelo sedã, o preço elevado é justificado pelo modelo trazer todo o conforto do Fusion Titanium. O híbrido da Ford pode ser adquirido por R$159.500.

BMW i3 (https://www.greencarreports.com/news/1105101_2017-bmw-i3-preview)

O modelo da BMW vem com um pequeno motor com 2 cilindros de moto, usado como gerador para recarregar as baterias chegando a 300 km com rendimento médio de 60,5 km/l  e custa R$169.990.

Mitsubishi Outlander PHEV

A versão híbrida do maior SUV da marca pode ter as baterias recarregadas com a força do motor a gasolina ou com o uso da tomada. É vendido por R$204.990.

BMW i8 (http://www.motortrend.com/cars/bmw/i8/2015/)

Segue uma linha diferente do i3 por ser superesportivo e com um motor híbrido 1.5 turbo de 3 cilindros, feito para ser veloz. O mais exclusivo da lista por custar R$799.950.

Táxi drone

 O equipamento funciona por 30 minutos e não precisa de controle remoto.

Dubai, uma das cidades mais modernas do planeta, iniciou em setembro os testes do que promete ser o primeiro serviço de táxi drone já visto.

Desenvolvido pela empresa alemã Volocopter, o meio de transporte se assemelha a um helicóptero de 2 lugares. Com um sistema de segurança reforçado como baterias reservas, rotores e no pior dos casos, paraquedas, o táxi voador é uma aposta ambiciosa de inovação.

Este slideshow necessita de JavaScript.




Continue Lendo
Você pode gostar...
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Revista lounge*

To Top